Buscar

A William More (colar verde)


No passado mês de agosto de 2016 partiu para oriente eterno um dos Irmãos mais extraordinários que já conheci. Era uma daquelas pessoas que nos faz novamente acreditar que tudo é possível e que o nosso empenho nas causas, maçónicas ou não, é importante e pode fazer a diferença.

De uma serenidade a toda a prova, que lhe conferia autoridade, e sobretudo possuidor de um bom senso que tantas vezes falta hoje em dia na nossa vida atribulada, o Irmão William, membro do Grande Priorado das Gálias, foi um dos grandes parceiros do projeto da GLUP-GLNP. As suas conversas sempre agradáveis e bem dispostas, aquelas palavras ditas na hora e local certos, fazem parte de um percurso durante o qual aprendemos e estreitamos laços fraternais. William foi sempre um farol que brilhou bem alto nas estruturas a que pertenceu e nos cargos que exerceu. Um guia, um estratega, um líder, seguido pelo respeito e inteligência.

Apesar da idade avançada de William sentimos pesadamente a sua partida. Deixou-nos aquela sensação de desconforto e desamparo que sentimos quando alguém que nos é muito próximo parte para sempre.

A última vez que falamos com o Irmão William foi em julho, na sequência dos atentados de Nice. Aí, William terminou a sua resposta ao nosso email de forma premonitória:

(...)I can no longer appear at our main meetings, particularly at the St Michel. So I may not see you for some time but be assured that I think of you and your brethern very often.

Your Brother and friend

William

Meu querido Irmão William,

A GLUP deve-te muito e todos os Irmãos estão profundamente reconhecidos pelo teu trabalho. O nosso desejo só pode ser fortalecer o projeto que, em conjunto começamos.

A Oriente de Bragança, setembro de 2016,

João Baptista, Grão-Mestre

SITE OFICIAL

Artigo Relacionado:

COMUNICADO CONJUNTO da Maçonaria Regular e Tradicional em Portugal

#freemasonry