top of page

Uma história para crianças sobre um cachorro que vive na lua | Uma inspiração maçónica

Era uma vez um cachorro chamado Luna, que morava na lua.


Ele era um cachorro muito curioso e aventureiro, que gostava de explorar a superfície lunar e brincar com as estrelas. Ele tinha muitos amigos na lua, como o coelho, o rato, o gato e o macaco, que também viviam lá.


Um dia, Luna viu uma coisa estranha no céu. Era uma nave espacial, que vinha da Terra. Luna ficou muito animado e quis saber o que era. Ele correu até a nave e latiu para ela. Dentro da nave, havia um astronauta, que trazia um colar com um esquadro e compasso ao pescoço, que ficou surpreso ao ver um cachorro na lua.


- Ele abriu a porta da nave e saiu para conhecer Luna.


- Olá, amiguinho! Como te chamas? - perguntou o astronauta.


- Au au! Luna! - respondeu Luna, abanando o rabo.


- Luna? Que nome bonito!


- Eu chamo-me Pedro. Eu vim da Terra para estudar a lua.


- Luna, queres mostrar o teu lar? - disse Pedro.


- Au au! Sim! Vem! - disse Luna, pulando de alegria.


Luna e Pedro tornaram-se amigos rapidamente.


Luna mostrou ao Pedro as crateras, as montanhas, os mares e os vales da lua.


Pedro ficou encantado com a beleza e a diversidade da lua.


Luna também apresentou Pedro aos seus amigos da lua, que ficaram felizes por conhecerem um visitante da Terra.


Luna e Pedro divertiram-se muito juntos.


Eles jogaram à bola, fizeram castelos de areia, contaram histórias e cantaram canções. Eles também aprenderam um com o outro.


Luna ensinou a Pedro sobre a vida na lua, e Pedro ensinou a Luna sobre a vida na Terra.


Luna e Pedro tornaram-se os melhores amigos. Eles prometeram fazerem visitas mútuas e sempre que pudessem.


Luna deu a Pedro um colar de estrelas, e Pedro deu a Luna um boné de astronauta e um esquadro e compasso para que melhor compreenda os astros. Eles abraçaram-se e despediram-se.


- Tchau, Luna! Eu vou sentir saudades! - disse Pedro.


- Tchau, Pedro! Eu também vou sentir saudades! - disse Luna.


Pedro entrou na nave e acenou para Luna.


Luna acenou para Pedro e latiu.


A nave descolou e partiu para a Terra.


Luna ficou olhando para o céu, esperando o dia em que veria Pedro novamente.


0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page