top of page

NASA Explora UFOs: Sem Provas de Vida Extraterrestre, mas com Novos Horizontes Abertos

NASA Realiza Histórica Reunião Pública sobre UFOs: Sem Provas de Vida Extraterrestre, mas Abre Novos Horizontes


Agência Espacial Explora Mistérios dos Fenômenos Anômalos Não Identificados.


Data da Notícia: 31 de maio de 2023


Um evento que atraiu a atenção global, a NASA realizou a sua primeira reunião pública dedicada ao estudo de Fenómenos Anómalos Não Identificados (UAPs), mais conhecidos como óvnis ou UFOs.


A agência espacial norte-americana transmitiu ao vivo a audiência de quatro horas nas suas redes sociais, enquanto especialistas exploravam um dos maiores mistérios da humanidade.


Com uma equipe de 16 cientistas e especialistas, incluindo o astronauta aposentado Scott Kelly, a reunião foi um marco na busca por respostas sobre os avistamentos inexplicáveis que ocorrem nos nossos céus.


Centenas de perguntas foram enviadas pelo público, destacando o interesse global no tema.


Durante a reunião, Dan Evans, cientista da NASA, afirmou enfaticamente que "não há nenhuma evidência convincente de vida extraterrestre associada a objetos voadores não identificados."


Essa declaração pode desapontar os entusiastas dos UFOs, mas os especialistas também enfatizaram a necessidade de mais dados de alta qualidade para entender a natureza desses fenômenos.


O grupo de estudos "Fenômenos Aéreos Não Identificados" foi criado em junho do ano passado pela NASA, com o objetivo de aprofundar a compreensão científica desses avistamentos intrigantes.


Além disso, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos estabeleceu um escritório em 2022 para analisar e recolher dados relacionados com encontros com óvnis e fenómenos aéreos.


De acordo com um relatório do Pentágono publicado em janeiro, o número de avistamentos aumentou desde 2021.


Uma mudança significativa na terminologia ocorreu durante o evento, quando a NASA deixou de se referir a esses avistamentos como "objetos voadores não identificados" e passou a chamá-los de "fenómenos anómalos não identificados".


A justificação para essa mudança é que essas aparições podem ser "qualquer coisa nos nossos céus, água ou espaço", procurando uma linguagem mais inclusiva para descrever os relatórios apresentados ao governo federal dos EUA.


David Spergel, astrofísico e presidente do painel, explicou que o grupo está empenhado em identificar informações não classificadas disponíveis e determinar quanto mais é necessário para compreender esses eventos celestes.


A publicação do relatório final está prevista para o final de julho, mas a reunião já antecipou alguns dos principais pontos.


Os especialistas da NASA ressaltaram a falta de dados de alta qualidade sobre os óvnis.


Nicola Fox, gerente do programa científico da agência, afirmou que essa carência de informações robustas torna impossível tirar conclusões científicas sobre a natureza desses fenômenos.


Nicola Fox enfatizou que os dados analisados pelo painel não são confidenciais e provêm de várias fontes governamentais, do setor privado e de outras fontes.


O contexto em que esses fenómenos são observados também complica as investigações, pois existem entidades que podem "imitá-los ou eclipsá-los completamente", como aeronaves militares.


Scott Kelly, o ex-astronauta, partilhou uma perspectiva única, mencionando que as ilusões de ótica podem explicar alguns desses fenômenos.


Ele relatou um incidente durante um voo de caça perto de Virginia Beach, no qual um oficial de interceptação de radar acreditava ter avistado um óvni, que, na realidade, era um balão com a forma de Bart Simpson.


"Na minha experiência, os sensores têm os mesmos problemas que o olho humano", acrescentou Kelly.


O painel também destacou que muitos vídeos gravados por militares que mostram UAPs parecem intrigantes à primeira vista, mas frequentemente têm explicações mais simples.


Um vídeo anterior mostrava três pontos que pareciam mover-se misteriosamente, mas investigações posteriores revelaram que eram simplesmente três aviões a cerca de 60 quilómetros de distância, aguardando para pousar num aeroporto.


A reunião pública da NASA sobre Fenómenos Anómalos Não Identificados marca um avanço importante na busca por respostas sobre os misteriosos avistamentos de óvnis.


Embora as evidências de vida extraterrestre ainda sejam escassas, a exploração científica desses fenómenos continua, mantendo a humanidade intrigada e ansiosa por descobertas futuras.


留言

評等為 0(最高為 5 顆星)。
暫無評等

新增評等
bottom of page