Maçonaria - A Grande Loja Feminina de Portugal emitiu um Comunicado

Atualizado: 17 de Ago de 2020

Maçonaria - A Grande Loja Feminina de Portugal emitiu um Comunicado


Num comunicado enviado à Agência Lusa, a Grande Loja Feminina de Portugal (GLFP) manifestou-se muito preocupada com “o aparecimento de ocorrências de natureza racista, cada vez mais insidiosas” em Portugal. Reforçando que esta preocupação é “a todos os que veem no racismo uma ameaça aos valores humanistas”.


Esclarecem, ainda, que “O aparecimento de ocorrências de natureza racista, cada vez mais insidiosas, que nesta semana culminaram com a ameaça a individualidades portuguesas, entre elas deputadas da Nação, preocupa sobremaneira a nossa Obediência, porque vai contra os princípios que defendemos”.


Lê-se ainda no comunicado que a Grande Loja Feminina de Portugal considera “estes acontecimentos como a manifestação de uma ideologia, que não respeita a Declaração dos Direitos Humanos, em que a sociedade portuguesa tem querido viver e conviver”.


Esclarecendo que “A Grande Loja Feminina de Portugal vem associar-se a todos os que veem no racismo uma ameaça aos valores humanistas, que nos unem e definem. Somos contra qualquer tipo de violência que ponha em causa a liberdade individual, somos contra a linguagem que evidencia e promove a violência contra a humanidade”.

#GLFP #Comunicado #Racismo #Valores #Humanistas #Direitos #Humanos