top of page

ETERNO DESTINO | ( FELIZ NATAL)

ETERNO DESTINO

( FELIZ NATAL)

O tempo se arrastava

Todo envolto de ilusão

Tal aguarela que dava

Novo quadro à confissão.


E o NATAL se aproxima,

Fase de paz e amor,

Vou dar outra cor à rima

E ao poema outro valor.


Nele, o viver e o amar

Parecem harmonizados,

Basta de tristeza e dor,

Que devem ser renegados.


Tenho de olhar bem em frente,

Ver no próximo um irmão

E, assim, com esta mente

Ampliarei minha razão.


E de alma positiva,

Bem mais pura e aberta,

De acção participativa,

Abro a porta à descoberta.


A todos feliz NATAL,

Nestes dias de amor,

Onde a paz será real

Com a vinda do SENHOR.


16DEZ2022

PROSA


Tags:

0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page