top of page

Entre Dogmas e Mistérios: Uma Reflexão Profunda sobre a Fé Católica e a Maçonaria

Na Encruzilhada das Almas: Uma Odisseia Filosófica entre Fé Católica e a Maçonaria

Num palco onde a espiritualidade dança entre os raios da tradição religiosa e os mistérios das práticas maçónicas, a declaração da Igreja Católica sobre a incompatibilidade com a maçonaria convoca-nos a uma reflexão profunda, onde os labirintos da fé e os rios maçónicos se entrecruzam.

A decisão eclesiástica e secular, construída como uma muralha erguida ao longo dos séculos, delineia fronteiras rígidas, moldadas por dogmas imutáveis.


Contudo, nesta odisseia filosófica, convidamos à contemplação, não apenas das muralhas, mas das paisagens vastas que se estendem para além delas.


A Maçonaria, qual viajante sábio, surge como uma senda enigmática que desafia as convenções.

No teatro maçónico, as lojas revelam-se como câmaras de reflexão, onde os valores da inclusão religiosa são entoados como um cântico transcendental.


A questão não reside apenas na proibição da filiação, mas na proibição da liberdade espiritual, onde a dualidade entre a fé católica e os rituais maçónicos se torna uma sinfonia de possibilidades.

Os protagonistas desta saga são aqueles que ousam trilhar simultaneamente as sendas da maçonaria e os caminhos da fé católica.


Não como antagonistas, mas como alquimistas espirituais, procurando extrair a essência de uma compreensão mais ampla do divino ou do Princípio Criador.


É nesta dualidade que se revelam as matizes mais ricas da condição humana.

Num mundo em constante transformação, onde as fronteiras entre crenças desvanecem-se como sombras ao pôr do sol, a necessidade de um diálogo filosófico entre a Igreja Católica e a Maçonaria transcende o simples confronto de ideias.


É uma busca conjunta por valores comuns, uma exploração da riqueza na diversidade espiritual que ecoa como um mantra sábio na tapeçaria da existência humana.

Neste épico filosófico, convido-vos a navegar pelas profundezas do pensamento, a mergulhar nas águas tumultuosas da dualidade espiritual.


Cada linha desta narrativa é uma tentativa de decifrar os enigmas da existência, de desvendar os segredos que se ocultam nas interseções entre fé e razão, entre o conhecido e o mistério, numa busca incessante por uma compreensão mais profunda do que significa ser humano.


@ Prancha do II Grão-Mestre da Grande Loja Nacional Portuguesa, em Setembro do ano 2000

bottom of page