Comunicado da Grande Loja Feminina de Portugal

««Quando o Amor se vai embora, há sempre a justiça. E quando a justiça se vai embora, há sempre a força!» (Laurie Anderson)


Começamos com esta citação da compositora americana nossa contemporânea Laurie Anderson para falar de um assunto que não nos pode deixar indiferentes, o da violência doméstica de que são vítimas, em primeiro lugar, as Mulheres. Algumas delas já sucumbiram a esse flagelo que, infelizmente, é cada vez mais banal, assim como a violência em geral tem vindo a ser banalizada. Os números conhecidos desta realidade em Portugal são assustadores. Como somos Mulheres Livres, as Mestras Maçonas da Grande Loja Feminina de Portugal, reunidas num Encontro de trabalho que decorreu nos dias 1 e 2 de Junho de 2019, manifestam o seu veemente repúdio para com o flagelo que é a violência doméstica, devendo ser dado conta à Assembleia da República e ao Governo, como órgãos de soberania, que tomem medidas adequadas de prevenção, de repressão ao crime de violência doméstica e reforçada a rede de apoio às vítimas e às famílias. Consideram que a sociedade portuguesa tem obrigação de transformar esta realidade com o desenvolvimento de uma cultura de Paz e de respeito pelos Direitos Humanos, que reconcilie Mulheres e Homens, Pais e Filhos e Povos entre si.»





#GLFP #LaurieAnderson #Maçonas #ViolênciaDoméstica