top of page

A história da Maçonaria na cidade de Mirandela, Portugal

A história da Maçonaria na cidade de Mirandela remonta ao final do século XIX, mais precisamente em 1898, quando foi fundada a Loja Mirandelense nº 1313.


Esta Loja Maçónica era composta por membros influentes da sociedade mirandelense, tais como médicos, advogados, comerciantes e empresários.


Ao longo dos anos, outras Lojas Maçónicas foram fundadas em Mirandela, cada uma com a sua própria identidade e missão.


Algumas das Lojas mais proeminentes incluem a Loja Esperança, a Loja Aprendizagem, a Loja Lusitânia, a Loja 25 de Abril, a Loja Pedro, nascida em Macedo de Cavaleiros e com proeminentes maçons de Mirandela e de Bragança.


A Maçonaria teve um papel importante na vida cultural e política de Mirandela durante o século XX. Muitos dos seus membros eram também ativistas políticos e sociais, lutando pela liberdade e pela democracia em Portugal.


Com o fim da ditadura em Portugal, a Maçonaria em Mirandela assumiu um papel mais ativo na sociedade, dedicando-se a causas sociais e culturais.


Por exemplo, a Loja 25 de Abril foi uma das principais impulsionadoras da criação da Biblioteca Municipal de Mirandela, que hoje em dia é um importante centro cultural na cidade e a Loja Pedro contribuiu e muito para diversas dinâmicas sociais e políticas nesta cidade transmontana.


Hoje em dia, existem ainda Lojas Maçónicas ativas em Mirandela, incluindo a Loja 25 de Abril, a Loja Aprendizagem e a Loja Lusitânia.


Estas Lojas continuam a promover os valores Maçónicos de fraternidade, liberdade e igualdade entre os seus membros, assim como a dedicar-se a causas sociais e culturais na cidade de Mirandela.


0 comentário
bottom of page