Literatura: - «… DAS TRÊS ROMÃS», por Fernando Calado


… DAS TRÊS ROMÃS

Três romãs… três meninas… três pentes de ouro fino seus cabelos penteando…

Três romãs… no templo de Salomão… três colunas… três romãs e ergue-se a Sabedoria, a Força e a Beleza…

Três romãs… útero materno… unidade… o sangue vermelho no esplendor da vida…

Três romãs… e a avó rezando nos longos caminhos da Judeia: 613 sementes tem a romã… 613 mandamentos sagrados se escreveram no sagrado livro do Torá… e os judeus caminhando para a terra prometida doce e quente como uma romã vermelha…

Três romãs e Afrodite… deusa da beleza, do amor e da fertilidade renasce… sumo doce… coração quente feito de rubis…

“Como um pedaço de romã, assim são as tuas faces entre os teus cabelos”. (Bíblia - Cânticos 6:7)

“Desci ao bosque das nogueiras, para ver os renovos no vale, para ver se as videiras tinham brotado e se as romãs estavam em flor”. (Bíblia - Cânticos 6:11)

… Três romãs e o pai chega cansado… foi à feira dos Gorazes… traz nas mãos três romãs… três sorrisos… e a casa se ilumina.

… Três romãs… doce vermelho… sumo de romã…

… ficam os sinais… os símbolos… as memórias…

… ficas tu… para sempre… fica o segredo… e já sabes porque comprei três romãs.

#freemasonry