Grão-Mestre do GODF acusa Emmanuel Macron de não utilizar o secularismo


No dia 1 de maio no cemitério Pere Lachaise, o Grão-Mestre do Grande Oriente de França foi muito critico de Emmanuel Macron. Acusa-o de não ter em conta a “separação da Igreja do Estado”, ou, melhor, o não saber usar o secularismo: um regime secular ou laico na Presidência da República Francesa. Tendo lamentado que Macron não consiga chegar ao nível de François Mitterrand.

#freemasonry