ÚLTIMA HORA: Fernando Cabecinha, Mestre Maçon do GOL pode ser candidato a Grão-Mestre do GOL

O Mestre Maçon Fernando Cabecinha poderá ser um candidato a Grão-Mestre do Grande Oriente Lusitano.


Segundo as nossas fontes, o M.'. M.'. Fernando Cabecinha alerta os Irmãos do GOL para que tenham em conta que «os valores da Liberdade, da Igualdade, da Solidariedade e da Fraternidade não estão adquiridos e consolidados». Reforçando que «a ação da Maçonaria hoje, mais do que nunca, é uma necessidade inevitável». Dando ainda nota na sua comunicação, que «assumimos um compromisso perante nós próprios, em nome da Verdade e da Justiça; perante a Humanidade, em nome da Liberdade, Igualdade e Fraternidade; e perante a Nossa Augusta Ordem, em nome da Sabedoria, da Força e da Beleza».


O My Fraternity recorda que o Mestre Maçon Fernando Cabecinha foi Grande Tesoureiro, Grande Secretário-Geral nos mandados dos Grão-Mestres Eugénio de Oliveira e de António Arnault. Foi ainda Presidente da Grande Dieta em vários mandatos e Venerável Mestre.


Tanto quanto sabemos está empenhado num «impulso que signifique um Compromisso decidido em relação aos princípios que enformam [ o GOL], incluindo os que constam da Constituição, do Regulamento Geral e das restantes normas, mas também um Compromisso outro em relação à construção efetiva da Fraternidade entre os Irmãos, com credibilidade e liderança, numa ótica agregadora».


O My Fraternity sempre entendeu que o Mestre Maçon Fernando Cabecinha é um dos muitos maçons, que também ajudará a dar credibilidade à Maçonaria Universal. Este relevante papel ajudará à credibilidade da Maçonaria Portuguesa, muitas vezes vitima de cisões e devaneios de pessoas pouco cuidadas e com tendências divisionistas.


A data da apresentação da sua candidatura a Grão-Mestre também foi bem pensada. Para o Mestre Maçon, Fernando Cabecinha, o dia 31 de janeiro é relevante, pois foi no «já longínquo ano de 1891, que houve um grito simbólico de Liberdade, por entre vivas à República, por parte de Alves da Veiga e outros Nossos Irmãos. Revolta essa, no Porto, que teve a adesão de uma boa parte da Sociedade Civil de então, bem como de unidades militares».


#GOL #FernandoCabecinha #Candidato #GrãoMestre