top of page

REINO MARAVILHOSO DE TRÁS-OS-MONTES | Carnaval arcaico, castros enigmáticos, mistérios transmontanos

REINO MARAVILHOSO DE TRÁS-OS-MONTES

// Carnaval arcaico, castros enigmáticos, mistérios transmontanos


25 e 26 de Junho de 2022 // inscrições até 26 de Janeiro


[Ciclo: À descoberta do mistério de Portugal e da Europa Telúrico-Espiritual]


Aulas, tertúlias e visitas guiadas pelo investigador PAULO LOUÇÃO, autor do livro, «Portugal – Terra de Mistérios»


«Trás-os-Montes é uma terra de mistério e de silêncio, onde se sente a sua alma célticos, nos seus ritos, símbolos e lugares mágicos que extasiam. Na linha do Douro internacional, como que voando sobre as suas arribas, iremos sentir o coração do legado castrejo, e de toda a exaltação da Natureza sempre vigiada pelo sublime voo das águias.

Em Vila Boa de Ousilhão e Lazarim iremos vivenciar o Carnaval mais arcaico e simbólico do nosso país, esses ritos de subversão que com o fogo, a gaita-de-foles e a percussão tradicional enchem de vida aldeias misteriosas e um povo que persiste em manter vivas as suas tradições.

Uma viagem que nos leva ao passado e ao futuro, um chamamento ao reencontro com a Natureza, visível e invisível e os seus símbolos e arquétipos.» (Paulo Loução)


Valores de inscrição:

Por pessoa em quarto duplo: 380 € (360 € para membros da Nova Acrópole)

Suplemento quarto individual: 110 €

(Inclui visitas guiadas, entradas nos monumentos, refeições, hotel 4* e textos de apoio. Não inclui transporte. Facilitaremos a organização de boleias)


Programa:

18 de Fevereiro, sábado – Oeiras-Torre de Moncorvo-Mogadouro-Bragança

10h30 – Encontro no Castro de Baldoeiro, Torre de Moncorvo, Visita ao Castro e visionamento do «cobrão», evocação de Ophiussa, o nome mais antigo pelo qual foi conhecido parte do nosso território. Leitura de parte da «Ora Marítima» de Avieno, onde menciona Ophiussa; 12h00 – Chegada ao Vilarinho dos Galegos. Caminhada de 1km até ao Castro de Vilarinho dos Galegos. Visita ao Castro, contemplação do Guardião do Castro, sobranceiro às Arribas do Douro, é um monumento único e impressionante; almoço pic-nic no lugar; 16h30 – Castelo do Algoso, Vimioso; 18h30 – Alojamento em Bragança 19h30 – Jantar em Gimonde. Tertúlia sobre a tradição e as raízes célticas de Trás-os-Montes; 22h00 – Passagem do rio pelas Poldras. Visita à Ponte Romana 22h30 – Regresso ao Hotel

19 de Fevereiro, domingo – Bragança-Vila Boa de Ousilhão-Miranda do Douro

9h00 – Visita breve ao exterior do Castelo de Bragança e ao Cruzeiro com o «berrão celto-castrejo» zoélica 9h30 – Visita ao Museu Ibérico da Máscara e ao Domus Municipalis; 10h30 – Visita à Sala de Arqueologia do Museu Abade de Baçal; e à Sala dedicada a Almada Negreiros; 11h15 – Visita ao Museu da Seda de Bragança; 12h30 – Almoço na aldeia de Varge; 14h00 – Visita breve à aldeia comunitária de Rio d’Onor (se possível) 15h30 – Carnaval arcaico com os «caretos transmontanos» em Vila Boa de Ousilhão 18h00 – Ida para Miranda do Douro 19h30 – Jantar em Miranda do Douro. Visita nocturna ao centro histórico; Alojamento no Hotel Parador 4* – Antiga Pousada de Santa Catarina, com uma vista soberba sobre as Arribas do Douro, bom lugar para observar as águias durienses;


20 de Fevereiro, segunda-feira – Miranda do Douro


10h30 – Cruzeiro no Douro de uma hora (se disponível) 12h00 – Almoço em Miranda do Douro 14h00 – Visita Castro de São João das Águias, nas Arribas do Douro 19h00 – Jantar e alojamento em Miranda do Douro 20h30 – Tertúlia sobre o simbolismo dos ritos transmontanos

21 de Fevereiro, domingo – Miranda do Douro-Ansiães-Lazarim

8h30 – Saída para o Castelo de Ansiães 10h00 – Visita ao Castelo de Ansiães e Igreja românica de S. Salvador de Ansiães (exterior; simbolismo do tímpano fabuloso com o Tetramorfo) 12h30 – Almoço na região de Lamego 15h00 – Maravilhoso Carnaval arcaico de Lazarim. Cortejo etnográfico, ritos de subversão, máscaras artesanais de madeira de amieiro, conjugação dos opostos.

Um carnaval altamente simbólico que vale a pena conhecer, provavelmente o mais tradicional e significativo ainda vivo em Portugal;

18h00 – Encerramento e comentários finais. __________________________________________


Valores de inscrição:

Por pessoa em quarto duplo: 380 € (360 € para membros e estudantes da Nova Acrópole e estudantes do Centro de História Jaime Cortesão)

Suplemento quarto individual: 110 €

(Inclui visitas guiadas, entradas nos monumentos, refeições, hotel 4* e textos de apoio. Não inclui transporte. Facilitaremos a organização de boleias)

Upgrade por pessoa para a Pousada de Bragança 5*, 18 para 19/2: 45 € (Quarto Individual: 85 €)

Pagamento por MBWAY para o 961 836 813 ou por transferência bancária

Prazo limite das inscrições: 26 de Janeiro de 2023

Inscrição para: centrodehistoriajaimecortesao@gmail.com ou pelo WhatsApp 961 836 813

Incluído no preço:

- Alojamento em Hotel Estalagem Turismo 4* em Bragança (1 noite) - Alojamento no Hotel Parador 4* Antiga Pousada de Santa Catarina (2 noites) - Seis refeições (todas à excepção do almoço pic-nic do 1º dia) - Visitas culturais, aulas-tertúlias e entradas nos monumentos - Textos de apoio


Não incluído no preço: - Transporte. Facilitaremos a organização de boleias - Almoço pic-nic do primeiro dia


Nota:

O itinerário poderá sofrer algumas pequenas alterações.

Informações: Telefone: 961 836 813 Email: centrodehistoriajaimecortesao@gmail.com

Organização: Centro de História Jaime Cortesão

Apoio cultural: Nova Acrópole Oeiras-Cascais

- - - - - -

PAULO ALEXANDRE LOUÇÃO // Guia cultural da Viagem


É investigador do Instituto Internacional Hermes, dirigido pelo antropólogo Fernand Schwarz; professor na Escola de Filosofia da Nova Acrópole Portugal, e fundador e coordenador do Círculo Lima de Freitas, que se dedica ao estudo da matemática e geometria sagradas.

Fundador e coordenador do Centro de História Jaime Cortesão.

Como autor tem mais de uma dezena de obras publicadas, entre as quais se destacam os bestsellers «Os Templários na Formação de Portugal» (12 edições) e «Portugal – Terra de Mistérios» (8 edições), ambas publicadas pela Ésquilo e pelo Círculo de Leitores. Também publicou um estudo sobre «A Descoberta do Brasil».

Participou em vários documentários realizados pelo Canal «História», nomeadamente na série «Templários». Como filósofo, tem-se interessado pela área do estudo da consciência e, assim, foi o autor do projecto e co-autor do livro «Experiências de Quase-Morte – Relatos Verídicos» (4 edições).

Na área do Turismo Cultural foi publicada a sua obra «Lugares Inesquecíveis de Portugal» com a chancela da editora Eranos.

Na área do trabalho de campo em antropologia, realizou o Estudo Identitário das Aldeias de Montanha da Serra da Estrela (que deu origem ao livro «A Magia das Aldeias de Montanha»), a convite do Município de Seia e, neste momento. Está a realizar um Estudo sobre a cultura da Ilha do Príncipe, no golfo da Guiné, África.

Fundou e coordena o Centro de História «Jaime Cortesão».

Escreveu o seu primeiro romance, «A Profecia de João XXIII», propondo um novo olhar sobre a necessidade de se investigar as origens da Civilização e perscrutarmos as nossas raízes, e foi Curador da Grande Exposição de 2019 dedicada ao pintor Lima de Freitas na Galeria Verney, em Oeiras. Lima de Freitas foi um dos expoentes da cultura lusa do século XX, condecorado pelo Governo Francês pelo seu trabalho desenvolvido na arte e no estudo de antropologia do imaginário com Gilbert Durand, uma das grandes figuras da Nova Antropologia a nível mundial, e que também colaborou com Paulo Loução, nomeadamente na sua obra, «Alma Secreta de Portugal».

0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page