Mystery Hotel Budapest | Depois do confinamento, não deixe de visitar este Hotel | Húngria

Maçonaria: - Mystery Hotel Budapest | Depois do confinamento, não deixe de visitar este Hotel | Húngria


A Maçonaria na Húngria e o Mystery Hotel Budapest


Maçonaria: - O movimento secular foi inspirado pelas irmandades dos pedreiros medievais, que usavam palavras e símbolos secretos para reconhecer a legitimidade de cada indivíduo.


A Maçonaria teve a sua influência na Hungria. No entanto, o ministro do Interior húngaro Mihály Dömötör proibiu as actividades dos maçons em 1920.


Depois dessa proibição, o prédio que lhe vamos mostrar em imagens continuou a servir o povo Húngaro como hospital militar.


Também foi usado pela Guarda Nacional Húngara antes de retornar à Maçonaria, logo após a Segunda Guerra Mundial.


Logo depois, durante a era comunista, o Ministério do Interior ficou alojado até a queda do regime em 1989.


Ao longo destes anos e movimentos o edifício mudou de forma substancial. Muitos dos símbolos maçónicos foram ocultados. No comunismo a sala foi destruída.


Todo o hotel está repleto de lustros. O tecto é abobadado e foi restaurado. O Grande Salão é o «coração do edifício».


No final da sala, duas escadas em espiral de ferro levam à galeria, onde há uma sala de jantar privativa para grupos maiores.


A grande escadaria iluminada por velas é um dos vários elementos preservados do edifício original de 1896, com as portas principais.


Do sexto andar, poderá ver elementos da fachada do antigo e do novo edifício lado a lado.





O Mystery Hotel representa muito mais que a Maçonaria na Hungria. Para além da parte boa que é a Maçonaria, nele ficaram incrustados o Comunismo e outros movimentos que envolveram a história de um povo. Respeitamos todos esses movimentos, mas nunca a negação das raízes de uma história maçónica e que foi destruída.






A grande escadaria é um dos elementos preservados do edifício antigo.


Imagens: Cortesia do Mystery Hotel Budapest


#Mystery #Hotel #Budapest