Memória de Emídio Guerreiro - Uma referência maçónica que combateu todas as ditaduras do século XX

Maçonaria - Memória de Emídio Guerreiro - Uma referência maçónica que combateu todas as ditaduras do século XX


Neste dia, em 2005, faleceu em Guimarães o Professor Emídio Guerreiro, com 105 anos. Voluntário da 1ª guerra mundial, mas não foi aceite, será combatente Republicano na Guerra em Espanha e resistente em França na Guerra. É em França que continuará exilado, por 42 anos, até 1974.


Participa nas revoltas contra a ditadura logo em 1927, no Reviralho. No longo exílio, pretende vir a Portugal ao funeral do pai, pede passaporte em Paris mas o Embaixador diz que só tem ordem de lhe dar passaporte de ida, ou seja, chegado a Vilar Formoso teria a PIDE à espera.


Maçon do Grande Oriente Lusitano, dirá sempre que combateu grande parte das ditaduras do século XX. Um abraço ao seu sobrinho homónimo Emídio Guerreiro., in, R.L.


#GOL #Emídio #Guerreiro #Ditaduras