top of page

Grande Loja Legal de Portugal: Desafios e Incerteza na Maçonaria

Grande Loja Legal de Portugal Enfrenta Desafios e Incerteza


Alguns maçons da Grande Loja Legal de Portugal (GLLP) estão atualmente a passar por um período de desânimo e incerteza, de acordo com as informações recebidas de fontes internas.


Há vários fatores que estão a contribuir para esse clima de apreensão entre os irmãos maçons.


Uma das questões mais prementes é a falta de cobrança das capitações, mensais, que são encargos financeiros muito significativos para os membros da GLLP.


O não cumprimento dessa obrigação está a gerar preocupações financeiras e a levantar questões sobre a sustentabilidade financeira da organização.


Além disso, há discussões em curso sobre a possibilidade de prorrogação do mandato do atual Grão-Mestre, devido ao impacto contínuo da pandemia.


Essa medida está a gerar divisões entre os membros da GLLP, com diferentes perspetivas sobre a sua necessidade e justificação.


Por fim, com a eleição para o cargo de Grão-Mestre iminente, já se perfilham três candidatos, indicando um cenário de competição acirrada para a liderança da Grande Loja Legal de Portugal. Isso adiciona um elemento adicional de incerteza ao atual ambiente maçónico.


A GLLP enfrenta uma série de desafios que vão desde as questões financeiras, até às questões de liderança e eleições iminentes.


O desenrolar desses acontecimentos será fundamental para o futuro da Grande Loja Legal de Portugal e a sua capacidade de cumprir com os princípios e os valores maçónicos dos que representam a filosofia insular.


Imagem parcial do Oriente de um Templo da Grande Loja Legal de Portugal com a frase 'Surpreende-te
Oriente de um Templo da GLLP: "Surpreende-te"

bottom of page