Artigo - Opinião: - «A NOVA ORDEM MAÇÓNICA MUNDIAL "Espiritualidade; Cidadania e Ciência"»

A NOVA ORDEM MAÇÓNICA MUNDIAL “Espiritualidade; Cidadania e Ciência”

@Jacinto Alves*

RITO UNIVERSAL - RNP - RITO NACIONAL DE PORTUGAL.


"Dar de Graça o que de Graça se Recebeu"

No desenvolvimento do PROJETO UNIVERSALIS, temos vindo sucessivamente a subir de patamar em patamar, ascendendo sempre a uma nova perspetiva no campo da ARTE REAL e uma preocupação constante tem vindo sempre a prevalecer, a de conseguir criar um RITO UNIVERSAL na base da Nova Escola da Maçonaria Operativa e tudo está indicando de que efetivamente conseguimos alcançar esse mesmo objetivo com a publicação do nosso livro onde está materializada a NOVA ESCOLA DA MAÇONARIA OPERATIVA.

Durante um ano já decorrido, nós, junto de uma respeitável instituição maçónica portuguesa procurámos transmitir e dar "corpo" a um novo rito maçónico a que poderemos de forma provada considerar como sendo o primeiro RITO UNIVERSAL criado em Portugal! Infelizmente a nossa tentativa não teve o sucesso que seria desejado! Contudo, estão surgindo novas e importantes perspetivas!

Teremos de ter em consideração de que historicamente o Ilustre Português, Miguel António Dias em 1843 perante uma grande divisão da maçonaria portuguesa existente naquela época concebeu um audacioso projeto para a reforma total da Maçonaria Portuguesa ao reduzir todos os ritos e todos os Orientes a um só Rito e a um só Oriente, criando o "Rito Ecléctico Lusitano," articulado em três classes e sete Graus, o qual veio a ter uma curta duração. Foi em primeira e última tentativa para que fosse implantado no nosso país um rito maçónico com raízes portuguesas, mas com pretensões a ser um rito universal que na nossa perspetiva nunca o poderia vir a ser!

Estamos no Século XXI e a realidade maçónica em Portugal comparativamente com outros países europeus pode ser considerada satisfatoriamente equilibrada e só de quando em quando é sacudida por um ou outro fraccionamento que por sua vez vai dando origem à criação de novos instituições maçónicas, regra geral consideradas regulares!

Assim e agora no Século XXI estamos partindo de uma premissa totalmente diferente em que o foco da nossa atenção fundamenta-se na preocupação em que todas ou na sua maioria das Ordens existentes quer nacionais, quer internacionais venham a aderir a uma NOVA ORDEM MAÇÓNICA MUNDIAL, contudo e de qualquer das formas a Maçonaria ainda não reúne as necessárias condições de chamar a si o estatuto de "Maçonaria Universal", mas para que o venha a fazer terá que ser extensiva a todos os Povos da Terra, os quais, pela sua própria história; cultura e civilização possam vir a aceitar a Maçonaria ou Arte Real como igualmente sua, mas para isso terá de ser criada uma NOVA ORDEM, onde a NOVA MAÇONARIA OPERATIVA virá a ter igualmente uma função importante e determinante, com a qual, estamos certos de que virá a ser possível alcançar esse extraordinário futuro na ARTE REAL! ​​

*Jacinto Alves, Maçon, Grau 33º do REAA do Supremo Conselho de França e membro fundador e activo do SUPREMO CONSELHO DE PORTUGAL. Escritor e Ensaísta.

#Espiritualidade #Cidadania #Ciência #JacintoAlves