top of page

A Maçonaria moderna (1717) reuniu-se ( e não se federou) numa Obediência

Uma Grande Loja exige que as suas Lojas e Irmãos respeitem as Regras, Landmarks, Usos e Costumes da Ordem Maçónica, para se poder reivindicar ser uma Grande Loja Regular e Tradicional.


Correspondentemente, a GLNP é a estrutura governante da Ordem Maçónica em Portugal ou para Portugal.


As Lojas são as únicas detentoras da função iniciática na Ordem Maçónica.


Quem lhes deu esse poder?


A Obediência.


Porquê ?


Historicamente, em 1717, as primeiras Lojas fundadoras da Maçonaria contemporânea reuniram-se (e não “se federaram”) numa Obediência para promulgar em conjunto as regras que estabelecem formalmente a Ordem Maçónica.


Etimologicamente, Obediência significa confiar em…, abandonar a sua autoridade ou livre arbítrio em favor de…


As primeiras Lojas conceberam a “Obediência” como uma condição necessária, garantindo a sua função iniciadora, e a função iniciadora de todas as Lojas presentes e por vir.


Gradualmente, após períodos de desordem durante os quais certas Lojas floresceram em formas, padrões ou funcionamento questionáveis, durante os séculos XVIII e XIX, as Obediências foram estruturadas de acordo com o mesmo esquema e “reconhecem-se” para se tornarem Instituições permanentes, garantes do respeito pela prática Maçónica.


 

Artigo Relacionado:


A Maçonaria moderna (1717) reuniu-se  ( e não se federou) numa Obediência
A Maçonaria moderna (1717) reuniu-se ( e não se federou) numa Obediência

コメント

5つ星のうち0と評価されています。
まだ評価がありません

評価を追加
bottom of page