Buscar

Breve história da Grande Loja Nacional Portuguesa - Grande Loja Antigos Maçons

Breve história da Grande Loja Nacional Portuguesa - Grande Loja Antigos Maçons


A Grande Loja Nacional Portuguesa - Grande Loja Antigos Maçons é uma obediência maçónica portuguesa, masculina, que representa a Maçonaria Regular e Tradicional em Portugal.

BREVÍSSIMA HISTÓRIA: - A Grande Loja dos Antigos Maçons foi constituida em 1882. [...]

Em 1996 as Lojas e Maçons com origem na Maçonaria Regular, após uma cisão da Grande Loja Regular de Portugal e em Assembleia Geral decidiram “recriar o espírito da Grande Loja dos Antigos Maçons”, na esperança que as divergências na Grande Loja Regular de Portugal fossem ultrapassadas. Mas a paz maçónica tão necessária e essencial aos maçons não estava a ser conseguida. Nesta data e desta cisão resultou ainda a Grande Loja Legal de Portugal.

Em 9 de março do ano 2000 e com a anexação da Loja Luz do Norte da Grande Loja Regular de Portugal, Lojas e maçons regulares, constituíram, por escritura pública, a Associação civil com o nome de Grande Loja Nacional Portuguesa. A partir desta data o nome de Grande Loja Nacional Portuguesa ganhou maior dimensão por associação à entidade profana.

No entanto e durante muito tempo coexistiam vários nomes públicos que se associavam a esta Grande Loja Nacional Portuguesa. Era pois também conhecida por Grande Loja de Portugal, Grande Loja dos Antigos Livres e Aceites Maçons de Portugal e por Grande Loja dos Antigos Maçons. Tal como ocorreu no passado.

Em 2009 e por aceitação fraterna entre Irmãos, em Assembleia Geral foi aceite a criação de uma outra Grande Loja maçónica, denominada por Grande Loja Unida de Portugal para que os ritos em uso pudessem ser mais bem desenvolvidos junto dos maçons regulares e tradicionais. Esta nova Grande Loja foi criada e consagrada pelo Grande Priorado das Gálias, em Paris, França, com membros regulares provenientes da Grande Loja Nacional Portuguesa | Grande Loja dos Antigos Maçons.

Coube à Grande Loja Nacional Portuguesa | Grande Loja dos Antigos Maçons a manutenção e defesa do Rito Escocês Antigo e Aceite. Ficando a Grande Loja Unida de Portugal com a manutenção e desenvolvimento do Rito Francês, Rito Escocês Retificado e Rito Escocês da Escócia.

A Grande Loja Nacional Portuguesa | Grande Loja dos Antigos Maçons é uma Obediência Regular pela sua origem, isto é, todas as Lojas e maçons eram provenientes de uma Grande Loja regular, reconhecida e consagrada regularmente. Mantinham a crença em Deus e na sua vontade revelada e exigiam isso a todos os novos iniciados.

Todos os compromissos e juramentos desde a sua fundação e até à presente data são prestados sobre o Livro da Lei Sagrada, ligando desta forma irrevogavelmente a consciência do iniciado à transcendência do divino. É exclusivamente masculina, não promovendo ou desenvolvendo relações com organizações mistas ou que admitam mulheres como membros.

A Grande Loja Nacional Portuguesa | Grande Loja dos Antigos Maçons tem pleno controlo sob as Lojas, é independente e autónoma, autoridade única e incontestada sobre os três primeiros Graus simbólicos e não partilha a sua autoridade com outras organizações.

Em todas as circunstâncias são expostas as Três Grandes Luzes da Maçonaria, sendo a Bíblia o Livro Sagrado, com interdição das discussões politicas e religiosas em Lojas. São extremamente rigorosos nos princípios dos Antigos Landmarks, usos e costumes do Ofício e só admitem candidatos com a crença em Deus.

#freemasonry