top of page

Filme Nazista de Propaganda Antissemita: Uma Lição Sombria da História

Lamentavelmente, durante a Segunda Guerra Mundial, o cinema foi usado como uma ferramenta de propaganda por regimes totalitários, incluindo o regime nazista, para espalhar mensagens odiosas e preconceituosas.


Um dos exemplos desse abuso cinematográfico foi o filme "Les Rothschilds (Die Rothschilds, Aktien auf Waterloo)", produzido pela UFA na Alemanha.


Filme de Propaganda Antissemita Ataca a Família Rothschild e a Maçonaria.


Um filme alemão de propaganda, produzido durante a Segunda Guerra Mundial, difama a família Rothschild e perpetua estereótipos antissemitas.


Este filme, lançado em 1940, durante o conflito global, distorce a história da família Rothschild e lança um olhar negativo sobre sua ascensão durante as Guerras Napoleónicas.


Além disso, a obra de propaganda associa de maneira injusta a família Rothschild à Maçonaria, perpetuando estereótipos antissemitas e antimaçónicos.


O filme retrata o príncipe Guillaume IX de Hesse e seu exílio forçado durante a era napoleónica.


Durante esse período, Mayer Amschel Rothschild prestou apoio financeiro, fornecendo empréstimos obrigatórios no valor de 600.000 libras para levantar um exército de voluntários de Hesse.


Os filhos de Mayer, Nathan e James Rothschild, foram enviados a Londres e Paris, respectivamente, para especular com esse dinheiro.


A história concentra-se na contribuição financeira da família Rothschild para financiar o exército de Wellington e seu papel na derrota de Napoleão em Waterloo.


No entanto, o filme retrata essa narrativa de maneira distorcida e prejudicial, associando a família Rothschild e a estrela de David à ganância e ao controle financeiro maligno.


Além disso, o filme lança uma sombra injusta sobre a Maçonaria, sugerindo uma ligação errónea entre os Rothschilds e a ordem maçónica.


É importante lembrar que este filme é uma peça de propaganda e não uma representação precisa da história.


Ele foi amplamente condenado por sua difusão de estereótipos odiosos.


Hoje, é proibido em muitos países europeus devido ao seu conteúdo preconceituoso.


Este episódio sombrio da história do cinema serve como um lembrete de como a propaganda pode ser usada para difamar grupos étnicos e sociedades secretas sem fundamentos reais.


Devemos aprender com o passado e rejeitar o ódio e o preconceito, promovendo a compreensão e a tolerância entre todas as pessoas.


Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page